domingo, 2 de maio de 2010

Sabrina,



Sabrina, minha sapa.
Na verdade, não sei há quanto tempo somos amigas. Só lembro que é desde a época do fake. Ah, lembro da nossa primeira conversa, quando você me ensinou a fritar bifes e fazer arroz. Que coisa de quem não tem o que fazer, né? Depois de uns tempos, paramos de nos falar. Depois eu voltei, te adicionei no of e até hoje tu enche o meu saco. Hehe.
Mas, falando sério agora... uma das melhores coisas que já aconteceu na minha vida foi ter de conhecido. Sei que nunca nos vemos, que é só por Internet, e muitos podem achar isso ridículo, mas eu não me importo. O amor que eu sinto por você, mesmo você estando muito longe de mim, é muito mas forte que o de várias outras pessoas que se dizem "amigas" por aí. Sei que nossa amizade é forte e verdadeira. Você foi uma das únicas pessoas que realmente me consolou, me aguentou quando eu tava triste e deprimida por motivos tão bobos. Porque não é fácil me aguentar, eu sei disso. E, se hoje estou melhor, agradeço a você. Sim, pois você ajudou muito. Você também esteve comigo pra dizer quando eu estava errada. E sei que posso contar com você quando eu precisar. Sempre. Sabe, eu queria tanto poder te ver. Nem que fosse por apenas um dia. A gente ia aproveitá-lo como se ele fosse o último de nossas vidas. Eu queria tanto você aqui, Sapa. E quando eu colocar 1000 reais de crédito, ligarei pra você. Vamos passar o dia todo no telefone. Que lindo! 
Bem... queria te agradecer pela pessoa que você é. E sei que você merece tudo de melhor na sua vida. Obrigada por sempre estar comigo. Apesar de você ser emo, eu te amo demais mesmo. Nunca mude. E um dia, eu tenho fé, iremos nos encontrar! 
Te amo muito, Sapinha.

2 comentários: