quarta-feira, 26 de janeiro de 2011


Uma das armadilhas da infância é que não é preciso se entender uma coisa para sentir. Quando a razão é capaz de entender o ocorrido, as feridas no coração já são profundas demais.
A sombra do vento

Nenhum comentário:

Postar um comentário