terça-feira, 31 de maio de 2011

And I pray...


Talvez eu não esteja mais aguentando tudo isso. Eu acreditava que era forte, mas tudo aquilo que eu chamo de "força" já está terminando. Eu não tenho ninguém para compartilhar minhas dores, pois nem eu mesma sei me explicar. As minhas palavras não têm mais sentido algum. Aliás, pergunto-me se a minha própria vida tem sentido. Eu tento buscar motivos para estar aqui, mas não encontro nenhum. Ou talvez eu esteja falando tudo isso porque não estou muito bem. Enfim, eu queria arrancar tudo isso que sinto. Queria poder acordar todos os dias sem lembrar o que me faz mal, sem sentir saudades de coisas que já passaram, sem sentir que eu não tenho motivo nenhum para me levantar da cama. Às vezes eu desejo deitar e dormir para sempre. Quando durmo, nada me faz mal, nada me preocupa... Porém, não é assim que as coisas devem funcionar. É preciso seguir em frente, mesmo com tantas mudanças e outras coisas permanecendo iguais. Falar é fácil.
Estou nesse Blog falando tantas coisas, e sei que ninguém vai ler nada. E eu prefiro que não leiam. Eu só não tenho mais onde "falar" tudo isso. Eu queria que tudo acabasse.
Estou aqui sentada e ao meu lado tudo está tão calmo, tão silencioso. Só ouço o barulho do vento batendo nas plantas. Agora eu prefiro que as coisas sejam assim: calmas, vazias. Assim eu posso ser eu mesma.
Não tenho mais nada a dizer. Vou fazer como sempre fiz: esperar os dias passarem, mesmo que sejam lentos. Os dias bons vão vir, eu acredito nisso. Ainda.

Thaianny Melo

Nenhum comentário:

Postar um comentário