quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Ainda dói.


Eu pensei que já tivesse esquecido, mas então o que aconteceu quando eu olhei pra você? Alguma coisa aqui dentro mexeu, algo que eu acreditava estar morto. Algo que não deveria mais existir. Por um momento eu me senti a pior pessoa do mundo, e aquela vontade de chorar voltou pra mim. O que estava acontecendo? Sofrer de novo… Não, não por você. Eu não quero, eu me proíbo. Eu tento aceitar que é algo passageiro. Eu sei que é. Na verdade, eu não sei. Mas por que voltou? Eu já tinha me acostumado com a sua ausência. Eu estava aceitando a realidade. Eu estava conseguindo seguir em frente, e quase voltando a ser feliz. Aí você aparece de novo e mexe com tudo? Isso é sacanagem. Como fazer pra esconder essas malditas lágrimas que insistem em aparecer nos meus olhos? Por favor, me dê uma resposta rápida. Como seguir em frente agora? Se tudo que eu quero é que você fique do meu lado? Você sabe tudo que eu preciso, você conhece os meus segredos mais profundos. Você apareceu de novo na minha vida. Dessa vez é pra ficar? Eu sei que não, mas me deixe acreditar que é. A ilusão me faz bem. De qualquer jeito vai doer no final. E a cada momento que passa eu lembro daquele beijo no fim da tarde, e isso aperta o meu peito. É nesse momento que você vira as costas e segue em frente, esquecendo que eu estou aqui. Você não sabe o quanto me custou ver isso sem gritar de dor. Uma chuva fina começa a cair, eu me ajoelho e ali continuo observando você se afastar. Minhas lágrimas se misturam com as gotas da chuva. Eu sei que nada mais pode ser feito. Só continuar ali, até a dor passar.


Viviane Conte (Algumas coisas mudam)

Nenhum comentário:

Postar um comentário