terça-feira, 25 de maio de 2010

Um pequeno trecho...



Bem, como eu havia dito, irei postar uma parte livro que irei escrever com minha amiga, Bárbara. Por favor, não riam nem critiquem! Ainda estamos começando e haverão muitas, mas muitas mudanças, ok? Esta é uma PEQUENA parte triste do livro, que ainda estamos vendo onde vai ser encaixada. Vamos lá...

[...] ㅤ - Me desculpe por ter errado com você. Isso tudo é culpa minha!
ㅤ"Eu não te dei todo o amor que você merecia. Mas queria tanto que você entendesse e que pudéssemos ficar juntos." - Heath estava com o rosto entre lágrimas, e elas caiam sobre o sangrento corpo de Meg.
ㅤMeg permaneceu chorando. Heath levantou-a um pouco.
ㅤ- Eu amo você, Meg. Muito! - Disse-lhe Heath, quase gritando.
ㅤEla olhou em seus profundos olhos. Aqueles olhos... Ela recordava tão bem da primeira vez que os vira. Tão escuros, tão puros, tão verdadeiros...
ㅤCom um grande esforço, ela falou:
ㅤ- Eu te amo muito. Não fique com essa culpa, meu amor. Você não errou. Apenas não sabia da verdade. Eu errei em não ter te contado nada. Eu confiava tanto em você, Heath, e mesmo assim resolvi ficar calada. Mas eu realmente não podia, Heath...
ㅤ- Eu sei, meu amor. Eu sei! - Sua voz estava um pouco mais baixa.
ㅤ- Agora você já sabe de tudo... Eu queria tanto ficar com você. Pra sempre. - As mãos dela, que estavam no rosto de Heath, começaram a perder a força... ela as deixou cair ao seu lado. Com um esforço ainda maior, ela concluiu: - Você promete nunca me abandonar?
ㅤEle a segurou ainda mais forte em seus braços.
ㅤ- Nunca. Nunca te abandonarei, Meg. Eu amo você.

ㅤE então os olhos de Meg fecharam-se lentamente, e ela viu uma luz. [...] 

Está horrível. Iremos ajeitar tudo. Desculpem-nos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário