sexta-feira, 28 de maio de 2010



Mais Sua Que Minha

Tudo que é meu leva seu nome
Te sinto tão perto de mim
Me queima este frio, não encontro o remédio
Estando contigo me mata, e sem você, eu morro
Sem você me desespero
Me dói aceitar que nosso amor não será eterno
Me afoga o silêncio em um mar de lembranças
Queria gritar, mas me falta fôlego!

E não bastou te querer, amor
Sem medida, e a vida
Nos separou, carinhoso ladrão dos meus dias
Quando era mais sua que minha

Em minhas alegrias, seu sorriso faz falta
Meus lábios perguntam por você
Por você, eu morro, por você, me desespero
Me dói aceitar que nosso amor não será eterno
Me afoga o silêncio em um mar de lembranças
Queria gritar, mas me falta fôlego!

E não bastou te querer, amor
Sem medida, e a vida
Nos separou, carinhoso ladrão dos meus dias
Quando era tão sua...

Talvez não encontre valor
Para te dizer adeus
E te perder pra sempre, sem explicação
Abrir minhas asas ao vento, para estender voo
E esquecer que te quero e te deixar ir...

E não bastou te querer, amor
Sem medida, e a vida
Nos separou, carinhoso ladrão dos meus dias
Quando era mais sua que minha...
Quando era mais sua que minha...

Más tuya que mía - RBD

Nenhum comentário:

Postar um comentário