sábado, 28 de agosto de 2010

Desabafo III.


Eu já falei que estou cansada, não já? Pois é. Já estou farta dessas coisas. De verdade. Eu quero que o tempo passe logo. Que esse ano acabe logo. Que eu comece o próximo ano de uma forma completamente diferente, e que o mesmo também seja completamente diferente. Eu odeio esse ano. Não aguento mais, eu juro. Eu já fui paciente demais. Aliás, eu sou uma idiota. As pessoas sempre me machucam. E o que eu faço? Nada.
Hoje eu estou com muita dor de cabeça. Mais uma vez, queria ir para algum lugar bem longe daqui. Onde eu pudesse pensar na vida, nas pessoas. Em tudo. Ou melhor, quase tudo. Tem uma única coisa que eu não queria pensar. Coisa não, pessoa. Ah, Deus... Como as coisas podem mudar tanto? Eu fico pensando no motivo da minha existência. E chego a mesma conclusão de sempre: sou uma inútil. Não sei fazer nada que preste. E sou uma chata, sem contar com meus outros defeitos psicológicos e, claro, físicos. A única coisa que me resta é meus amigos. Só eles podem me fazer dar um sorriso, chorar de alegria, compartilhar tristezas, compartilhar micos horrorosos, falar asneiras. É... se eles não existissem, eu estaria acabada. Mas, como sempre, falta alguma coisa. Ou melhor, alguém. E eu sei muito bem quem é esse alguém. Aliás, sempre soube, mas tentei não me ligar nisso. Haha, como se fosse possível. Mais uma vez, sou uma idiota. Não quero falar sobre isso aqui. Não vou falar.
Há um ano e vinte dias, aconteceu o show de Anahí aqui em Recife. Pena que não fui. Ano passado... tantas coisas boas aconteceram, tantos momentos felizes... Um dia desses estava lembrando-me do dia 02/12. Foi o dia mais marcante de toda a minha vida. Tenho certeza que nunca vou esquecê-lo. Risos. O dia em que eu chorei muito. O dia em que lemos o MF, o primeiro MF. O dia em que eu chorei de raiva. O dia em que... Ah, o MF foi tão lindo. Eu ia ler as 7 últimas páginas. Quando Bia leu as 7 primeiras, e eu fui ler a 8ª, não aguentei. Minha voz estava saindo uma coisa tensa, devido as lágrimas que saiam antes dela. Por isso, sentei-me no meu cantinho, pertinho da parede do matinho antes da rampa, ao lado de Bianca, Helena e Yasmin. Baby ficou atrás, vendo as suas palavras serem ditas por Bia. Em um certo momento eu a olhei. Depois olhei para todos aqueles que estavam ali presentes. Eu me perguntei o que seria da minha vida sem eles. A resposta foi: nada. Quando Bia começou a ler a minha parte, a única coisa que consegui fazer foi ficar com a cabeça baixa, e as mãos escondendo o meu rosto. Eu já estava soluçando. E então a ouvi dizer coisas sobre mim. Agora eu não lembro muito bem, pois estou com muita dor. Mas que foram inesquecíveis, foram. Ao acabar de ler o MF, fui ao banheiro com Manu. Argh! Prefiro nem falar em quem eu encontrei, não é? Isso é uma coisa que eu não gosto de lembrar do ano passado. Em seguida, nós tomamos banho de chuveiro, todos nós. Disseram que íamos ser suspensos. Nó último dia de aula do ano. Que interessante! Enfim, no amigo secreto, Yasmin me tirou e deu uma caixinha de Sonhos de Valsa. Ah, foi lindo! No final de tudo, ficamos eu, Yasmin e Mácio sentados na "área azul". Eu comecei a desabafar, e a chorar, porque Mácio me contou umas coisas. Eu estava péssima. Mas o pior só aconteceu depois. Bem depois. É...
Ai, vida. Não tenho mais o que falar. É só isso. Se vocês quiserem poupar tempo e mente, não leiam o que eu posto. É só coisa inútil. Estou péssima hoje. Beijos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário