domingo, 3 de outubro de 2010

Mágico.




Dia 2 de outubro de 2010 será simplesmente inesquecível para mim. Eu e minhas amigas esperamos tanto por esse show. Contamos dia após dia e ele, finalmente, chegou. Foi ontem. Acordei às 5 horas da manhã, e dormi com uma parasita chamada Manoela ao meu lado. Ao acordar, liguei o computador e comecei a gritar pela casa. Estava frenética! Saímos de casa às 7:40 e chegamos à Blue Angel às 9:00. Ficamos na fila até às 16:00. Choramos, gritamos em protesto aos furões de fila, gritamos para o povinho do ônibus, fomos ao banheiro do GGE quando estávamos apertadas... É, foi muito cômico ficar naquela fila completamente colorida (bem, não completamente, pois havia algumas pessoinhas que não estavam com calça colorida, inclusive eu, haha). Não só cômico, mas legal também. Muito legal, pois eu estava com pessoas que eu gosto muito, muito mesmo.
Quando finalmente conseguimos entrar, nós ficamos esperando em outra fila a entrada no salão. Gente, quando eu consegui entrar, nem peguei os chicletes que eles estavam distribuindo! Fui direto à área vip e me postei ao lado de Yasmin, que, por sinal, estava na segunda fila em frente ao palco. Isso mesmo: segunda fila. Contudo, com o passar do tempo, vieram os empurrões. Eu fiquei totalmente sem ar. Depois de um tempo, eles resolveram ligar os ventiladores, que, apesar de eu estar bem embaixo de um, não fez diferença. Gente, vocês não sabem o quando eu sofri à espera da Restart. Quando eu tomava um gole d'água, era como se eu estivesse tomando pela primeira vez na minha vida! É... agora eu agradeço ao ar que eu respiro!
Cada segundo era um eternidade. Eram exatamente 19:26 e Restart ainda não havia entrado. Eu já estava toda molhada de suor, com os braços doendo devido à quantidade de vezes que o povo batia nele (ele estava esticado, pois eu estava segurando na grade), minhas pernas estavam doloridas, pois passei o dia em pé... Mas finalmente, eles entraram. Quando Thomas entrou, gente, eu não acreditei. Eu o estava vendo tão nitidamente...
E cada música, cada palavra dita por eles, cada sinal de carinho aos fãs... tudo me tocou muito. Quando eles olhavam na nossa direção (eu, Bia, Helena e Yasmin), era como se o mundo estivesse pegando fogo e nós fôssemos as salvas. Tá, foi profundo isso que eu falei. Mas a sensação é única e indescritível. E quando eu consegui pegar a garrafa que o Koba jogou? AAAH! A água deles nos molhou... foi perfeito! Ah, e eu consegui ficar na primeira fila, devido às pessoas que passaram mal e saíram. Espero que elas estejam melhores! Quando eles tocaram e cantaram Esse amor em miM, eu chorei muito, muuuuuito mesmo! E no fim que eu fui me dar conta de que estava os vendo. Chorei mais uma vez, e muito! Eles tocaram e cantaram Recomeçar acústica e eu solucei. Ai, Deus! Eles são perfeitoooos!
E valeu cada esforço. Sei que agora estou sem voz, com dores em todas as partes, com a barriga roxa... mas valeu a pena. Vê-los de pertinho foi mágico. E mesmo sem camarim, mesmo sem tê-los abraçado, conversado, o bom é que eu os vi. AAAAAA, foi perfeito. 02/10/2010, para sempre!


Nenhum comentário:

Postar um comentário