quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Reason.


Ela: Bem, eu não tô entendendo direito.
Ele: Não precisa entender. Basta sentir. Eu só quero que você preste atenção em tudo o eu disser, pode ser?
Ela: Tá.
Ele: Eu te amo muito, mais do que a mim mesmo. Mas eu não sei como demonstrar isso. Eu sei que você queria uma pessoa melhor que eu, uma pessoa que pudesse te fazer feliz, pudesse te ajudar, pudesse te entender e que até pudesse ter os mesmos gostos que você...
Ela: Mas...


Ele passa a mão nos lábios delas, dessa forma, tentanto fazer com que ela permaneça calada. Ela entende, e ele continua:


Ele: Mas eu não sou assim. Me desculpa se eu sou grosso com você, ou se muitas vezes você pensa que eu não percebo que você existe. A verdade é que eu fazia tudo isso porque antes eu não queria que você soubesse o quanto eu te amo. Mas agora, bem, agora tudo mudou. Eu não posso mais viver sem teu sorriso, que me faz ter forças pra continuar vivendo. Eu não posso mais viver sem as tuas palavras tão belas. Eu não posso viver sem olhar nos teus olhos e me encontrar neles. Eu não posso viver sem você. Não consigo mais. Por isso, eu decidi te falar tudo isso. Por favor, não esquece disso, tá?
Ela: E a...
Ele: ... A única coisa que me importa é você.
Ela: E se tudo isso não der certo... e se for tudo uma mentira?
Ele: Alguma vez eu já menti pra você?
Ela: Não.
Ele: Eu te amo. E isso aqui a única coisa que posso te dar: todo o amor que houver no meu coração.
Ela: Mentiu agora.
Ele: Ahn?
Ela: Você pode me dar muitos beijos também, né?


Ele abre um grande sorriso, e meio sem graça, diz:


Ele: Claro, mas só se você quiser.
Ela: Eu te amo, seu bobo.


Ele a abraça com força e a beija.


Ela: Você é só meu.
Ele: E você vai ser para sempre minha.
Ela: Cuidado na vida.
Ele: Claro, eu tenho você para cuidar de mim.


Thaianny Melo

Um comentário: