segunda-feira, 4 de abril de 2011

“É impossível”, disse o orgulho. “É arriscado”, disse a experiência. “É inútil”, disse a razão. “Dê uma chance”, sussurrou o coração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário