domingo, 30 de outubro de 2011


"Já tem algum tempo... ando fechando os olhos e imaginando uma cena tipicamente tropical: uma rede balançando, uma brisa suave e, só pra completar, aquele cheirinho de chuva de verão no fim da tarde que tanto acalmava quando criança... Ando precisando de uma certa paz, tranquilidade, calma. Férias mentais? É, talvez. Ando meio avoada, meio nada, meio tudo, ando do jeito que detesto: no meio-termo, nem lá nem cá. Tentando separar o bom do ruim, o amor do ódio, a confiança da falsidade. Já fui ovo, larva, hoje ando meio borboleta: leve, livre e inconstante."

Nenhum comentário:

Postar um comentário