sábado, 9 de junho de 2012


Queria que houvesse palavras para explicar o que estou sentindo...
Eu pensava que as coisas podiam melhorar esse ano, mas eu vejo que o contrário está acontecendo. Era para eu estar melhor, mais "curada" e seguindo em frente, como eu disse que estaria meses atrás.
Nada disso está acontecendo. 
Eu não sei mais o que fazer. Quando eu vou dormir, por mais que eu esteja me desligando do mundo um pouco, no fim eu acabo sonhando... ou tendo pesadelos. Adianta em alguma coisa? Porque, quando isso acontece, eu acordo praticamente sem fôlego. 
Hoje eu fico com a minha cabeça cheia de pensamentos. Não sei nem sequer explicá-los, talvez porque não tenha como. Em uma hora, eu desejo tanto ser uma pessoa fria, que acabo acreditando nisso. Até chego a pensar que o sentimento se foi, que eu já não sinto nada. Quanto tempo dura isso? Depois, eu sinto tanta saudade, tanta raiva de mim mesma, tanta angústia pelo que aconteceu, tanta angústia por eu não poder fazer exatamente nada.
Eu tento há tanto tempo, meu Deus, tanto. Por que isso ainda está em mim? Eu não quero mais. Eu sei que eu me sentirei vazia, sem rumo, sei que eu perderei uma parte de mim. Mas eu quero assim. Eu quero que isso se acabe, que isso morra. Eu não aguento mais isso dentro de mim. Será que ainda é amor? Porque eu odeio tanto isto que há aqui dentro, tanto, tanto! Odeio-me ainda mais por senti-lo. Quando eu vou perceber que eu não tenho mais nada com isso, que essa história nunca foi nem será minha?
Eu quero ir embora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário