quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Desabafo II.


Não aguento mais. Sério, eu já me cansei de tudo isso. Já não aguento mais acordar todos os dias e ir àquele colégio, me estressar com aquela sala, sentir falta dos dias felizes que já tivemos juntos, sentir falta de quando e como eu era feliz. Não que eu não seja. Mas é que algo está faltando. Eu juro, tem alguma coisa errada. E hoje principalmente. Quando eu e meus amigos estávamos sentados nas mesinhas do lugar ao lado do meu curso, minha amiga falou: "Imagina se tu tivesse numa cadeira de rodas." Eu sei, claro que eu sei o quanto essas pessoas sofrem por não poder andar. Eu sei e tento por isso na minha cabeça. Juro que tento. Porém, simplesmente não dá. Não dá pra ignorar o que eu estou sentindo. Não dá pra ignorar que o rumo que as coisas tomaram é completamente diferente do que eu pensei que ia ser. No momento, tudo o que eu mais queria era ir para algum lugar muito longe daqui. Onde ninguém pudesse me ver e me ouvir. Onde só existisse eu e o barulho da minha lenta respiração. Onde eu pudesse parar para pensar na minha vida, nos meus amigos, na minha família, nos animais, nas pedras, na areia, no mar, no céu, na lua, nas plantas... No quanto essa vida vale. E quem sabe eu pudesse dar conta de que o mundo é muito diferente do que todos nós pensamos que ele possa ser? Era tudo o que eu mais queria. Eu já cansei de fazer as mesmas coisas todos os dias, de pensar em como e por que eu sou tão horrorosa e gorda. Na verdade, nunca liguei para essas coisas. Sempre fui contra à superficialidade. Mas hoje em dia, quando me olho no espelho, vejo uma coisa tensa. Algumas pessoas me chamam de louca, dizem que não sou feia, não sou gorda. Mas não importo-me com opiniões alheias, pois eu estou vendo o que sou. E tento não ligar para isso. Contudo, como já disse, é inevitável. Coisas de escola... notas... tudo isso está dando uma dor de cabeça enorme. Não aguento mais ter que estudar como uma louca para fazer provas e mais provas. É nisso que a vida se resume? Estudar, estudar e estudar?
Às vezes, quando deito na minha cama, tento pensar se um dia eu vou encontrar alguém. Sabe, eu estava falando com uma amiga hoje sobre essas coisas. Sempre tive decepções na minha vida. E descobri o porquê. Sou muito boazinha. Sempre tento ter a melhor das intenções. E o que acontece? Me machucam. Talvez eu devia parar com isso. E realmente acredito que parei. Parei de tentar ser a fofinha, a boazinha. De hoje em diante, tenho que me dar mais valor. Tenho que me colocar em primeiro lugar em qualquer relação. Eu já cansei de me sentir um lixo, de chorar, de me sentir como se rasgassem o meu coração. Cansei mesmo. Mas se Deus permitir, queria encontrar alguém que pudesse me entender, me ajudar, rir comigo nas horas boas, enfim, queria alguém para ser meu e que me amasse. Se não for o caso, eu continuo sozinha, mas nunca, nunca mais sofrerei por ninguém. Não mesmo.
Ah, e só para constar, meu coração não se aliviou por eu ter desabafado aqui. Não sei o que faço. Só quero que isso passe. Por favor, que isso passe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário