quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012


Amanhã. Mais um dia que começa e mais um dia em que eu tenho a chance de fazer tudo diferente. Eu poderia acordar, sentir os raios de Sol baterem no meu rosto, dar aquele suspiro bem fundo, tomar meu banho, me arrumar, comer... e ir ao colégio. Abraçar meus amigos velhos, conhecer as pessoas novas, me enturmar, sorrir e todos os dias repetir a mesma coisa.
Mas a verdade é que eu vou acordar, vou passar alguns minutos deitada na cama, olhando pro teto, e pensando em por qual motivo eu devo me levantar da cama. Todos os dias é assim. Depois, vou tomar meu banho, dar tchau aos meus pais e, a partir daí, fingir sorrisos pelo resto do dia. 
Eu não sinto mais vontade de conhecer pessoas, de gostar delas, de me importar com elas. Algo em mim morreu e eu não quero mais isso. Às vezes eu digo coisas estúpidas, só pra fazer as pessoas não gostarem de mim. O que eu faço com tanta dor? Deus é o meu único amigo nesses momentos. Porque é com Ele que eu falo o tempo todo, é pra Ele que eu conto todos os meus problemas e é só Ele que pode me ajudar.
Eu queria voltar a ser eu mesma, só isso. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário