sábado, 31 de março de 2012



E tanto tempo terá passado, depois, que tudo se tornará cotidiano e a minha ausência não terá nenhuma importância. Serei apenas memória.

Caio Fernando

Nenhum comentário:

Postar um comentário