sábado, 5 de maio de 2012

O abraço de um sonho


Eu estava chorando.
Você veio e me abraçou forte, forte, tão forte.
Podia sentir o calor dos teus braços me envolvendo, a tua respiração perto do meu ouvido, o teu cheiro. Eu só conseguia chorar. E cada vez mais você me apertava, quase tentando retirar aquela dor de mim.
Soltei-me e te olhei nos olhos por algum segundo. Era perceptível a sua preocupação, as faíscas de tristeza. Sussurrei um "não se preocupa com isso, não é nada". Mas você respondeu "tudo o que se trata de você importa pra mim" e enxugou as lágrimas que havia na minha face. Fechei os meus olhos para sentir melhor aquilo, e senti os teus lábios encostarem nos meus. Fiquei tão nervosa, tão nervosa... Apenas permaneci ali.
Quando abri os olhos, senti cada momento se desfazer. Queria poder segurá-los, apertá-los e não deixar que eles se fossem nunca! Porém, eles estavam indo, indo, indo. Quando percebi, já estavam tão longe... 
Não podia ser só um sonho! Eu senti o teu abraço, o teu calor, o beijo. Como? Como pode ser sido um sonho? De repente, tudo era escuridão novamente. Perdi-lhe mais uma vez.


Nenhum comentário:

Postar um comentário