domingo, 16 de maio de 2010

Sola em la batalla...


Aqui estou entre paredes e cristais que não me escutam e nada podem fazer por mim, sem um abraço nem um carinho, sequer um sorriso que me diga que tudo vai ficar bem.
Grito, mas ninguém me escuta. Estou cansada de lutar. Minha alma está cansada. Está afogada num pranto que não parece ver o fim. Tenho tantas ilusões em pedacinhos, tantos sonhos enterrados na areia de meus melhores dias com você e meus piores pesadelos ao seu lado. Aprendi a continuar sozinha, com a espada levantada para estar na batalha, e não me entregar mesmo vencida, como estou agora. Já não sei o que fazer. Ao que parece, entreguei meu coração a você. E você o jogou no lixo. Hoje não consegui recuperá-lo do meio de tanta malícia e tanta mentira, está perdido esperando que algum dia o encontrem ainda com vida. 


Dulce María

Nenhum comentário:

Postar um comentário